Acontece na Paróquia  

Comunidade reúne-se em peso para Missa do Galo

Na última quinta-feira, 24 de dezembro, nossa comunidade reuniu-se para celebrar a vigília pelo Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, conhecida também como a Missa do Galo. Com a Igreja completamente cheia, pudemos vivenciar mais uma belíssima missa celebrada pelo Pe. Tiago, com ampla participação de todos os presentes. Após o período do Advento, repleto de reflexão para a chegada do Salvador, pudemos novamente cantar o hino de louvor. As músicas entoadas em toda a missa, inclusive, foram temáticas e apropriadas à chegada de Jesus.

 

 

A liturgia inicia com a profecia de Isaías, na qual é anunciado que o povo que andava na escuridão veria uma grande luz; que seria enviado um menino para trazer a alegria, aumentar a felicidade. Seu nome seria Conselheiro Admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da Paz. Seu reinado seria grande e de paz interminável. No salmo, a assembleia proclamou que naquele dia nasceu para eles o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

 

Já a segunda leitura, carta de São Paulo a Tito, aborda o papel de Jesus Cristo para as pessoas: ele veio ao mundo para nos ensinar a abandonar as coisas que são do mundo e vivermos neste mundo com equilíbrio, justiça e piedade. Jesus se entregou por nós para nos resgatar de toda maldade e nos purificar, se assim nos dedicarmos a praticar o bem como ele nos ensinou.

 

No Santo Evangelho, nos foi trazida a passagem do nascimento de Cristo. Em meio ao recenseamento ordenado pelo então imperador César Augusto, estando José e Maria em Belém para esta finalidade, cumpriram-se os dias do parto. Não possuindo local para hospedarem-se na cidade, encontraram abrigo apenas em uma estrebaria, mostrando a simplicidade com a qual o Filho de Deus veio ao mundo. O anjo do Senhor apareceu aos pastores locais anunciando a chegada do Salvador, deixando-os cheios de esperança.

 

Em sua homilia, o Pe. Tiago ressaltou que o menino Deus vem ao mundo e quer encontrar espaço em cada coração. Que devemos estar abertos e reservar lugar para que Jesus faça ali sua morada. Configurar seu coração conforme Sua palavra, ensinamento e testemunho. Nosso pároco esclareceu que o Natal deve ser comemorado todos os dias, porém reservamos um dia especial – o 25 de dezembro - para celebrarmos com maior intensidade esta solenidade do Deus que se encarna na história da humanidade para nos salvar, libertar, purificar nossos corações e restaurar a esperança no amor. Jesus nasce para os necessitados e cada um deve apresentar a ele aquilo que precisa, pois ele lhe dará o conforto e a força para atingir a solução. Mas é necessário que se tenha preparado a manjedoura em seu coração para que ele ali nasça.

 

Anteriormente a sua homilia, o padre apresentou à comunidade os novos ministros extraordinários da paróquia que exercerão atividades eventuais, quando da impossibilidade de comparecimento do padre a algum evento, sendo: 9 ministros da Eucaristia, que auxiliam a distribuição do Corpo de Cristo nas celebrações; 5 ministros da Palavra, que celebram a Palavra de Deus e a Eucaristia na ausência do padre; 6 ministros das Exéquias, que realizam a celebração da esperança nos cemitérios quando necessário, sendo que estes mesmos são também ministros da Bênção, que têm por missão realizar a bênção na casa dos paroquianos em situação de alguma necessidade.

 

Em outro momento da missa, os paroquianos que trouxeram o Menino Jesus de seus presépios, foram chamados até o altar, onde o Pe. Tiago aspergiu água benta, abençoando assim, o último elemento a ser colocado no presépio naquela noite de Natal. Em seguida, os coroinhas, pré-cerimoniários e cerimoniários realizaram uma peça teatral. Desde o anúncio do anjo do Senhor a Maria, passando pela conversa com José - que também fora avisado em sonho por um anjo –, a visita a sua prima Isabel, a procura por uma estadia para o nascimento de Jesus... cada momento foi recordado pelos jovens. Acompanhando a encenação, um coral formado pelos paroquianos da Igreja complementava os cantos entoados na peça. Efeitos luminosos e de fumaça também foram providenciados, fazendo da Igreja, naquele momento um grande palco de encenação.

 

 

Por fim, uma das mais emblemáticas músicas de Natal foi tocada. Ao som de "Bate o sino”, pudemos desejar um Feliz Natal a cada um de nossos irmãos presentes, esperando que Jesus realmente readentre cada lar e promova a renovação e fortalecimento da fé e dos votos em cada família.

 

Foi uma celebração muito comovente, com grande envolvimento e presença dos paroquianos!

 

 

 

Please reload

Notícias em Destaque
Please reload

Arquivo
Please reload

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa