Acontece na Paróquia  

Missa de Cinzas marca início da Quaresma e nos recorda a necessidade de conversão

No último dia 10 de fevereiro,

celebramos em nossa

paróquia, a Missa de Cinzas. Padre Tiago, iniciou a celebração rogando forças ao Senhor para iniciarmos o primeiro dia da Quaresma com verdadeira vontade e determinação de converter o nosso coração.

 

 

"Que o Senhor tenha misericórdia de nós, quando no meio do deserto nos cansarmos, nos sentirmos abatidos e, assim, o desejo de desanimar tomar conta de nós. Que o Senhor tenha misericórdia quando nos cansarmos de rezar, de jejuar ou de praticar a fraternidade. Que o Senhor seja o nosso auxílio, nosso sustento e, nossa força nessa caminhada de quarenta dias", rogou nosso pároco.

 

 A Quarta-feira de Cinzas marca o início do Quaresma e, para nós cristãos, é uma data

com significado especial, pois nos leva a um período de introspecção, período este, que devemos meditar sobre nosso dever de conversão. As cinzas utilizadas durante a celebração provêm da queima dos ramos que foram abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior, misturando-se água benta. Essas cinzas bentas são utilizadas pelo celebrante ou seus ministros para sinalizar uma cruz sobre a cabeça de cada fiel, lembrando-nos que vamos morrer, que somos pó e que ao pó da terra voltaremos. Ao mesmo tempo em que a cruz é feita, uma frase é proferida: “Convertei-vos e crede no Evangelho” ou "Recorda-te que és pó e em pó te hás-de tornar". O verdadeiro sentido é levar-nos ao arrependimento dos pecados, recordando-nos que a felicidade plena não será construída aqui na terra, mas que a nossa morada definitiva é o céu.

 

Durante o período quaresmal as vestes do padre são roxas, lembrando-nos a penitência e um forte sentido de conversão de nossos corações. A música na igreja, deve ser mais tranquila, o altar não é ornamentado com flores, durante a consagração o sino passa a ser mais solene, tudo isso para que possa ser criado um clima de introspecção e, ao adentrarmos na igreja e participarmos da celebração possamos sentir um tempo forte que a igreja nos oferece. Neste tempo de Quaresma, a igreja nos pede que na Quarta-feira de Cinzas e também na Sexta-feira Santa, façamos jejum de uma refeição e que nos abstenhamos de carne, como momento de mortificação para nos aproximarmos de Jesus Cristo.

"A Quaresma pode se considerar, no ano litúrgico, o tempo mais rico de ensinamentos. Lembra o retiro de Moisés, o longo jejum do profeta Elias e do Salvador. Foi instituída como preparação para o Mistério Pascal, que compreende a Paixão e Morte (Sexta-feira Santa), a Sepultura (Sábado Santo) e a Ressurreição de Jesus Cristo (Domingo e Oitava da Páscoa)". (trecho retirado do site

http://www.catequisar.com.br/texto/materia/celebracoes/quaresma/04.htm)

 

Devemos ter nosso coração, pensamento, olhar e sonhos voltados para Deus, a igreja nos oferece quarenta dias como caminho espiritual... Quarenta dias que devem ser dedicados à oração, à fraternidade e ao jejum! Que as orações sejam capazes de converter o nosso coração e nos transformar em seres humanos melhores... Que ao nos dedicarmos a fraternidade, exercitemos em nós, o amor ao próximo e, que ao jejuar possamos aprender a educar as nossas próprias vontades!

 

CLIQUE AQUI E VEJAM AS FOTOS QUE MARCARAM ESTE MOMENTO

 

 

Please reload

Notícias em Destaque
Please reload

Arquivo
Please reload

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa