Acontece na Paróquia  

  • Sérgio Bassi - PASCOM Santa Teresinha

Série “Ano da Misericórdia” - A Festa da Divina Misericórdia: mais uma vez, Deus nos chama à convers


A origem da festa da misericórdia se dá na década de 30, quando o Senhor Jesus Cristo se revelou à freira polonesa Maria Faustina Kowalska e lhe confiou uma missão que consistia em disseminar novas formas de devoção à Divina Misericórdia, que devem lembrar a cada vez mais esquecida verdade do Amor Misericordioso de Deus por nós. Estas novas formas devocionais têm por objetivo, também, auxiliar e impulsionar o cristão a se aproximar, com confiança, cada vez mais do mistério da Divina Misericórdia. Algumas delas são: o terço da Divina Misericórdia, a novena, a hora e uma nova celebração litúrgica, a Festa da Divina Misericórdia.

Com isto, Jesus faz um convite para a perseverança, para a conversão e para o real arrependimento. Jesus permite, mais uma vez, que cada um possa refletir sobre seu comportamento e necessidades terrenas para que não ocorra um afastamento do bom caminho. Que todos possam não ter medo de se aproximarem de Deus Pai repletos de confiança. E, a partir de então, confiar sem medida. Vivenciar esta festa é acolher o pedido do próprio Jesus à, agora, Santa Faustina.

O papa João Paulo II, no ano 2000, instituiu a Festa da Divina Misericórdia como o Segundo Domingo da Páscoa - ou seja, o domingo seguinte à Festa da Páscoa – que passou, portanto, a ser conhecido como Domingo da Divina Misericórdia. Está escrito no diário de Santa Irmã Faustina, livro este que leva a mensagem de Jesus Misericordioso a todos e é sinal visível da ação salvadora de Deus no mundo contemporâneo:

“Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores (...) Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da fonte da Minha misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e das penas. Nesse dia, estão abertas todas as comportas divinas, pelas quais fluem as graças. Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de Mim, ainda que seus pecados sejam como o escarlate.”

Este ano, a Festa da Divina Misericórdia torna-se ainda mais importante devido ao Ano Santo e Extraordinário da Misericórdia que estamos vivenciando, como já abordamos em um texto anterior. Sendo assim, devemos entender que é o tempo oportuno para permanecermos vigilantes e em oração. Devemos direcionar nosso coração a Deus e pedir que, através da Misericórdia Divina para conosco, consigamos ser mais misericordiosos e praticar o perdão em diversas situações de nosso cotidiano. Que saibamos reconhecer nossas falhas e que sejamos também canais de misericórdia para com nossos irmãos rumo a um mundo mais justo, baseado em paz e amor nas relações.

Discurso do Papa: "fé que não é capaz de ser misericordiosa não é fé, é ideologia"

Sábado, 2 de abril de 2016

"Com alegria partilhamos esse momento de oração, tão desejado por São João Paulo II, em um dia como hoje. Em 20015 ele foi embora, e queria fazer isso para dar cumprimento no pedido de Santa Faustina.

Francisco prosseguiu questionando: "com quantas faces da misericórdia Deus vem ao nosso encontro? Muitas. É impossível descrever todas, porque a misericórdia de Desus cresce sem parar. Deus não se cansa de exprimir e nós jamais deveríamos recebê-la, procurá-la e desejá-la só por hábito."

CLIQUE AQUI para ler a matéria completa.

Fontes:

http://www.jesus-misericordioso.com/formas-honra-divina-misericordia.htm

http://www.igrejadesantana.org.br/misericordia/festa-da-divina-misericordia

http://misericordia.org.br/home/devocao/diario-de-santa-faustina-kowalska/

http://eventos.cancaonova.com/edicao/festa-da-misericordia-16/

26 visualizações
Notícias em Destaque
Arquivo

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa