Acontece na Paróquia  

Missa Campal movimenta paroquianos e atrai fiéis de comunidades vizinhas

A missa sertaneja externa já é uma tradição em nossa paróquia. É também uma demonstração pública da fé cristã católica. Confira como foi a edição de 2016!

 

No dia 26 de junho, domingo, no Parque Pignatari, foi realizada pelo nosso pároco – Padre Tiago – e por membros de nossa comunidade a tradicional missa sertaneja, que já era celebrada pelo saudoso Padre Jorge. Além do prazer de estarmos ao ar livre, pudemos contar com a presença de vários paroquianos das comunidades vizinhas como as Paróquias Santa Maria Goretti, Santo Antônio, São Camilo de Lellis e São Caetano. Os fiéis encheram a quadra do parque e também a área externa, fazendo parar para ouvir a Palavra de Deus até quem estava ali só de passagem.

 

Como é de costume em nossa Igreja, neste dia não faltou a alegria das músicas para louvarmos ao Senhor. Estava presente o grupo “Violeiros da Aparecidinha” que animou a missa com seu repertório sertanejo desde a entrada até o final, cantando e tocando inclusive o salmo responsorial de forma extremamente bela.

 

A liturgia foi adequada à união de tantas paróquias vizinhas, inclusive com a citação “Amarás a teu próximo como a ti mesmo”, sendo que a homilia do nosso Padre conseguiu unir até as torcidas rivais dos times clássicos do futebol depois que um probleminha técnico no som transmitiu um pedacinho da narração de um jogo. Todos nos divertimos muito.

 

O pároco falou principalmente sobre a importância de professar nossa fé através do testemunho público das Palavras de Jesus, como estávamos fazendo naquele parque:

 

“Que possamos continuar dando este testemunho, como João Batista, que prepara os corações para receber a mensagem do Salvador. Quando fazemos nosso encontro pessoal com Jesus Cristo, Nosso Senhor, a nossa vida deve ser transformada. Assim como nossos sonhos, nossos sentimentos, nossas esperanças e, sobretudo, nossa postura e o nosso testemunho diante das diversas realidades contrárias ao projeto de Deus”.

 

O Evangelho de Lucas [Lc 9, 51-62] nos lembrou a passagem na qual, durante Sua ida à Jerusalém, a fim de tomar Sua cruz, Jesus encontra pessoas pelo caminho que desejam segui-Lo. Contudo, por diversos motivos particulares, elas precisam fazer algo antes, como despedir-se da família ou enterrar um morto. Nestes casos, Jesus lembra: “Quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus”. Ou seja, desvia-se do caminho, percorrendo um caminho torto, fora da presença do Senhor.

 

Precisamos nós, assim como Jesus, que tomou a firme decisão de ir a Jerusalém para a Sua crucificação, termos a confiança em segui-Lo e adorá-Lo.

 

Como o Padre Tiago nos lembrou durante a homilia: “O verdadeiro adorador de Deus nunca abandona sua cruz. Para isso, é preciso maturidade e não só sentimento. Sentimento é bom, nos motiva. A paixão é maravilhosa, mas um dia ela tem que se transformar em amor. O amor não vive só de sentimento. O amor vive de escolha. O amor vive de dedicação. O amor sobrevive de sacrifício. Seguir Jesus é superar as dificuldades, as cruzes do nosso dia-a-dia. Quem vive só de sentimentalismo vai ser um eterno frustrado na vida. Nunca conseguiu jogar sua âncora e criar raízes para enfrentar ventos contrários à sua história”.

 

 

“Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firmes a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca, jamais tropeçareis”. [2 Pedro 1, 10]

 

Veja todas as imagens desta linda celebração em nosso FLICKR

 

 

Please reload

Notícias em Destaque
Please reload

Arquivo
Please reload

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa