Acontece na Paróquia  

  • Mariana Junqueira (PASCOM Santa Teresinha) e

Seguindo os passos de Santa Teresinha: Peregrinação em Lisieux - Parte 1


Mesmo depois de um século, Lisieux ainda atrai multidões graças à Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face. A ideia desta peregrinação foi surgindo ao frequentar a nossa paróquia, o que fez com que nos tornássemos cada vez mais devotos de Santa Teresinha. Assim, surgiu a vontade de conhecer melhor a sua história de vida e agradecer por cada chuva de rosas que é derramada sobre nós. Deus permitiu que a fizéssemos e é com muita alegria que compartilhamos este momento de fé.

Partindo de Paris, Lisieux encontra-se a cerca de 1h30 em um percurso de trem. A família Martin se mudou para a cidade em 1878, após a morte da mãe, Zélia Martin. Nascida em Alençon, Teresa tinha apenas 4 anos e meio de idade quando chegou com suas quatro irmãs e seu pai à casa dos Buissonnets.

A casa da família, conhecida como Les Buissonnets, está aberta para visitação desde 1913, sem modificações e com seus móveis originais. Foi ali que Teresa viveu durante 11 anos, até sua entrada para o Carmelo. Na visita, podemos observar diversas imagens e objetos religiosos que demonstram a fé e a devoção com a qual a família Martin criou suas filhas.

Na entrada da casa, nos deparamos com um belo jardim e com breves descrições da família e dos acontecimentos anteriores à vinda para Lisieux. A visita ao interior do sobrado é acompanhada de simpáticas guias religiosas, sendo que algumas delas falam português. O local está muito bem conservado e é mantido por doações dos visitantes.

É possível visitar alguns dos cômodos e ouvir as histórias que Teresa e sua família viveram ali. Iniciamos a visita no local em que, originalmente, era a cozinha, onde pudemos observar a lareira na qual a família fazia as vigílias e local onde Teresinha recebeu a graça de sua conversão completa no Natal de 1886, quando nasce sua vocação missionária. Ao lado, fica a sala de jantar onde ela fez sua última refeição antes de entrar ao Carmelo.

O momento mais emocionante da visita foi quando subimos ao primeiro andar e adentramos o quarto onde há uma réplica da imagem da Virgem do Sorriso, que curou Teresinha quando ela adoeceu logo que sua irmã Paulina entrou para o Carmelo, sem poder suportar a separação de sua "segunda mãe". O milagre ocorreu no dia de Pentecostes, com suas irmãs ajoelhadas aos pés da cama e voltadas para a imagem de Nossa Senhora, que sempre acompanhou a família.

Teresa descreve este momento: "Não encontrando nenhuma ajuda sobre a terra e prestes a morrer de dor, voltei-me para minha mãe do céu, rogando-lhe de todo coração que tivesse piedade de mim... De repente, a Santa Virgem estava tão linda, tão linda que jamais vira algo tão bonito. Sua face respirava uma bondade e uma ternura inenarráveis... Mas o que me penetrou até o fundo da alma foi o agradável sorriso de Nossa Senhora".

Observamos também o quarto de seu pai, Luís Martin, onde há uma bela imagem de Nossa Senhora consolando Maria Madalena, pintada por Celina, irmã de Teresa. O quarto de Santa Teresinha, quando criança, também faz parte da visita, o qual mostra os seus brinquedos, suas vestes de festas e de sua primeira comunhão. Outro objeto exposto é o crucifixo diante do qual ela rezou pedindo a conversão de Pranzini, um homem acusado de tríplice homicídio, com desejo de salvar sua alma.

Por fim, ao sair de seu quarto, encontramos um grande jardim com flores coloridas, um pequeno presépio e um oratório. Ali, pudemos imaginar a pequena Teresa correndo por entre as flores e brincando com seu cachorro Tom, em um ambiente muito alegre e que transmite muita paz. Neste jardim, encontra-se uma estátua representando o momento em que Teresinha pede a autorização de seu pai para entrar para o Carmelo.

No próximo texto desta série, falaremos de nossa visita à Catedral de São Pedro. Até lá!

261 visualizações
Notícias em Destaque
Arquivo

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa