Acontece na Paróquia  

  • Redação – PASCOM Santa Teresinha

Padre Tiago responde curiosidades das crianças


As crianças são muito curiosas, e em nossa comunidade não é diferente. No último dia 14 de outubro (sábado), os pequenos de nossa paróquia se reuniram em uma animada festa de Dia das Crianças e fizeram várias perguntas ao nosso pároco, padre Tiago, que respondeu a todas com muito carinho e jogo de cintura.

Veja as mais diversas curiosidades de nossas crianças e as respostas do padre Tiago:

  • Qual é o seu nome inteiro?

Tiago José Síbula da Silva

  • Quantos anos você tem?

38 anos.

  • Há quantos anos você trabalha na Igreja?

Nesta aqui, em dezembro vai fazer três anos. Mas na Igreja Católica eu comecei a trabalhar, a ajudar na Quermesse, com 10 anos. Então, faz 27 anos!

  • Qual a sua cor preferida?

Gosto bastante da cor azul.

  • Qual a sua comida favorita?

Essa eu não vou responder! Sabe por quê? Porque senão vocês vão me chamar para almoçar na casa de vocês - e pode chamar que o padre vai! - e, aí, todo mundo vai fazer a mesma comida, e o que eu gosto já não vou gostar mais, porque vou enjoar. Mas posso dizer que, até hoje, já comi de tudo o que me ofereceram. Já comi buchada de bode, já comi croquete, já comi sarapatel... Empadão goiano ainda não comi, se quiser me chamar para comer na sua casa, eu vou adorar! Pato no tucupi também não comi...

Agora, vou falar uma coisa para vocês: estão espalhando por aí que o padre não gosta de doce. MENTIRA! O padre é uma formiguinha! Só que o padre come pouquinho. Se você me der um pote de doce, vai demorar uns três meses para acabar.

  • Você gosta de jogos? Quais?

Eu gosto de futebol. Depois, de basquete e, depois, de vôlei. São os três esportes que eu mais gosto.

  • Para qual time você torce?

Para o time da perseverança deste ano: São Paulo! E sabe por que eu torço para o São Paulo? Porque foi São Paulo que evangelizou todo mundo!

  • Qual seu animal preferido?

Eu nunca pensei nisto não... Mas já tive peixe, canarinho e cachorro.

  • Por que você decidiu ser padre?

Porque Deus me chamou! Desde a idade de vocês, por volta dos 7 anos, eu frequento a Igreja Católica - porque, antes, papai e mamãe não frequentavam, então, quando eles começaram a frequentar, eu comecei a frequentar também. E, aí, Deus foi me chamando, me chamando, me chamando... Mas eu era teimoso (alguns dizem que ainda sou), só que Deus não desistiu de mim e continuou me chamando, me chamando, me chamando. Até que, com 20 anos, eu entrei no seminário. Foi quando eu decidi ser padre!

Porque eu quis ser padre? Para ser a presença de Cristo na vida das pessoas e, como Jesus, ser o bom pastor! E o que o bom pastor faz, que as catequistas ensinaram a vocês? [crianças: cuida das ovelhas] E quem são as ovelhinhas do padre Tiago? [crianças levantaram as mãos] E quem são as ovelhas grandes? (adultos levantaram as mãos) Muito bem!

  • Já teve filho antes de ser padre?

Não tive! Vocês iam ficar com muito ciúme se eu tivesse filho!

  • Por que você usa aquela "roupona"?

O padre, na missa, age na pessoa de Cristo (tem Gota de Catequese sobre isso!), e a roupa simboliza o que nós estamos representando. Quem já viu um policial levanta a mão... Ele lembra segurança, certo? Quem já foi no médico? Normalmente, ele está com qual cor? [crianças: branco] O padre usa aquela roupa para simbolizar a presença de Cristo, ou seja, ele se reveste de Cristo.

  • Por que só tem uma missa no sábado?

Por alguns motivos. O primeiro é que, se fizéssemos duas missas, nós iríamos dividir as pessoas e não íamos resolver muito. Eu só posso realizar missa no sábado das 14h para frente, porque a missa do sábado vale pela missa do domingo a partir das 14h.

Outro motivo é que o padre não celebra só missa. Padre vai no cemitério, vai no hospital, vai atender confissão, vai cuidar das pastorais da igreja... O padre vem falar com as crianças, tem que preparar homilia, tem que cuidar das finanças da igreja... Então, não posso só celebrar missa. Mas, no domingo, temos três missas! Quais os horários? [crianças: 7h30, 10h e 18h30].

  • Para você, como padre, o que representa o pecado e o que significa desonrar a Deus e à Igreja?

O pecado é tudo aquilo que nos afasta de Deus e da Sua vontade. Tudo o que mancha nosso coração, nossa mente, e escurece a nossa visão - a gente não consegue enxergar as coisas. Então, todas as vezes que eu cometo qualquer coisa, pequena ou grande, que desagrade a Deus, é um pecado e eu estou desonrando a Deus. Quem aqui já deixou o pai ou a mãe chateados levanta a mão... Pois é! Isso é um pecado, e quando a gente deixa o outro chateado é um pecado.

A igreja é um pouquinho mais difícil de entender, mas vou tentar explicar. Para chegar na casa de vocês, o papai e a mamãe têm que vir buscar. Você sabe chegar a sua casa? Sabe o nome de todas as ruas? Então, o que é a Igreja? A Igreja é o caminho da salvação para nos levar até a casa de Deus. O que a Igreja faz? Ela diz o caminho que a gente tem que seguir. Quando a gente não sabe o caminho, a Igreja direciona. Então, o que acontece? As vezes a gente sabe aonde quer chegar, mas não sabe explicar. Aí tem o padre para explicar, o Bispo, o Papa... Os catequistas também vão explicando... E quem entende o caminho que tem que fazer entendeu que a Igreja é este caminho que vai nos levando à salvação. Então, desonrar à Igreja é não seguir este caminho.

  • Como você se sente sabendo que não pode se apaixonar por uma pessoa?

Eu me sinto normal, porque o padre é um ser humano e a gente não manda no coração. Sentimento a gente não tem como controlar, mas tem como se acostumar e direcionar estes pensamentos.

Qual é a diferença entre paixão e amor? A paixão ela vai e vem. Por exemplo, você ganhou um videogame de última geração; quando você ganha, você fica apaixonado por aquele videogame! Então, é assim: a paixão, na vida da gente, ela vai e volta, e a gente tem que aprender a lidar com isso - conforme vocês forem ficando maiorzinhos vocês vão entender melhor o que o padre está falando. Já o amor é uma decisão de vida, e a minha decisão de vida é ser padre. Este é o amor da minha vida: ser padre!

  • Como foi feito o sol?

A Palavra de Deus diz que o mundo, o Universo foi feito por Deus em sete dias. Então, nós cremos que Deus criou o universo. Agora, o modo como ele foi criado, aí já é uma pergunta que eu não posso responder. A teoria mais aceita - que, inclusive, a Igreja defende e que foi um padre que criou - é a do Big Bang. Muita gente não sabe disso, mas foi um padre belga, Georges Lemaître, que criou esta teoria de que o Universo se expandiu através de uma grande explosão; que uma partícula pequenininha de energia explodiu e foi criando o Universo. Mas nós acreditamos que quem criou esta partícula que explodiu foi Deus, e desta partícula nasceu o Sol, nasceram as outras estrelas, a Lua, a Via Láctea, o planeta Terra, Marte...

  • Se você não fosse padre, o que você seria?

Eu queria ser jogador de futebol! Só não sei se passaria na peneira... Professor também é uma coisa que eu gostaria muito, gostaria de dar aula. E do que eu gostaria de dar aula? História. Quando eu era pequeno, também gostava muito de matemática, então, acho que seguiria por este caminho. Agora, filosofia, sociologia, química não rola. Português eu só fui dar importância mais velho, mas se, na idade de vocês, eu tivesse entendido, teria estudado muito mais.

VEJA MAIS FOTOS DA FESTA DAS CRIANÇAS EM NOSSO FLICKR!

140 visualizações
Notícias em Destaque
Arquivo

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa