Acontece na Paróquia  

Jovens contam como foi a JMJ Panamá 2019

A 34ª Jornada Mundial da Juventude chegou ao fim, mas os jovens peregrinos que representaram a nossa paróquia no Panamá querem compartilhar essa experiência única com a nossa comunidade.

 

A Jornada Mundial da Juventude é um grande testemunho de fé. É vivenciar um verdadeiro Pentecostes: com muitas bandeiras, povos e línguas diferentes, todos estavam unidos cantando e rezando juntos, multiplicando o pão e semeando o amor em seus gestos, sorrisos e palavras de acolhida. Nesses dias, vivenciamos catequeses, missas e momentos de oração junto ao Santíssimo Sacramento e a imagem peregrina de Fátima. Aguardamos a passagem do papamóvel com o Papa Francisco no dia de sua chegada ao Panamá e participamos dos eventos centrais com a participação do Santo Padre: a cerimônia de acolhida aos jovens, a Via-Sacra, a Vigília e a Missa de Envio. São dias intensos de peregrinação, que apesar do sol, do calor e das pernas cansadas, foram repletos de fé, orações e alegria que contagiava a multidão de jovens de todo o mundo.

 

Durante a JMJ, refletiu-se muito sobre o “sim” de Maria para que os jovens sigam seu modelo e confiem nas promessas de Deus. Com o “Faça-se em mim, segundo a Tua palavra”, cada jovem discerniu sobre sua própria vocação e sobre como Deus ama e chama a cada um de nós. Sem dúvidas, a JMJ é fonte de esperança e de vida nova, cheia do Espírito Santo para que os jovens continuem perseverantes seguindo o caminho de Deus. O fruto dessa Jornada não é uma mensagem ou um documento final, mas a transformação no coração de cada jovem que esteve presente para se encontrar com Jesus. Obrigada, Panamá, por tamanha acolhida, por fazer-nos sentir em casa. Que Deus abençoe essa terra e esse povo tão generoso!

 

Leia a seguir os momentos mais marcantes dessa Jornada:

“Foram muitos momentos especiais, encontros, sorrisos e aprendizados. Cada pessoa trouxe um pouco mais do amor de Deus para a nossa vida. E cada palavra parecia ser exatamente o que precisávamos ouvir, como se Deus falasse diretamente ao nosso coração. Poder ver o Santo Padre de perto e ouvir suas palavras é uma bênção! Mas o momento que mais me tocou foi a vigília quando rezamos pelas vocações, durante a adoração. Todos os cantos alegres se tornam um silêncio confortante para aproximar o nosso coração e adorar Jesus. Diante Dele, foram proclamadas palavras a respeito da vocação matrimonial, lembrando todas as famílias, matrimônios, pais, filhos e noivos que me fizeram refletir sobre o namoro como uma importante etapa de discernimento para o sacramento do matrimônio. Após a vigília, o campo continuou silencioso e a oração do terço foi rezada em cinco idiomas na presença da Virgem de Fátima. Cada peregrino recebeu um terço especial de madeira de oliveira, fabricados em Belém e, do céu, nossa Mãe Maria estava intercedendo por seus filhos.” – Mariana Junqueira (24)

 

“Ir para a JMJ foi uma experiência incrível, e tudo começou logo quando chegamos: a recepção das pessoas já era de um carinho inacreditável, já se sentia a presença de Deus nas pessoas antes mesmo do início da jornada. Cada detalhe sozinho pode parecer insignificante, porém, quando colocados todos juntos se tornam uma obra magnífica de Deus. Ver bebês, crianças, jovens, adultos, e idosos, todos buscando a mesma coisa, sentir o amor de Deus, foi extremamente lindo. Tudo o que foi presenciado e sentido nessa Jornada nunca poderá ser descrito somente em palavras, são sentimentos que vão muito além de tudo que já sentimos, e além de toda essa mistura de sentimentos, diríamos que o sentimento que hoje fica quando pensamos na Jornada é gratidão à Deus por nos permitir vivenciar e sentir todo esse amor Dele, e poder partilhar esse amor com pessoas do mundo todo. Sem dúvidas o momento mais marcante foi a vigília, e claro que pode parecer óbvio pois era Jesus ali na nossa frente, mas esse encontro foi bem diferente, nós não estávamos tão perto, não conseguíamos vê-lo diretamente, só conseguíamos vê-lo através dos telões, mais podíamos senti-lo de uma forma muito forte, como se estivemos frente a frente com Ele, como se não tivesse mais ninguém ali. Outra coisa que marcou foi ver que em meio a tantas pessoas o silêncio absoluto se manteve durante toda vigília, a única coisa que se podia sentir naquele lugar era a brisa do vento, uma paz e muito amor.” – Letícia Gonçalves (27) e Diego Barbosa (26)

“Apesar de já ter vivenciado a JMJ no Rio em 2013, acredito que a cada vez que você participa a emoção é ainda maior, e, de certo modo, parece sempre se alinhar com o momento em que você está em sua vida. O cansaço de longas caminhadas, dias inteiros expostos ao sol forte e multidões para caminhar, acampar ou dormir ao relento se tornam coisas totalmente fáceis de serem superadas, pois a alegria que habita seu coração nesse momento é mais forte que tudo. Só participando para entender e sentir toda essa emoção. Um dia antes da chegada do Papa, fomos a uma missa realizada pela pastoral juvenil latino-americana, e ao entrar na igreja, a emoção foi tomando cada vez mais conta de nosso grupo. Quando nos sentamos, me chamaram para participar da missa realizando uma das leituras. Nesse momento, só consegui sentir uma alegria enorme de poder participar ainda mais dessa celebração, próximo ao presbitério, o que me permitiu

ver ainda mais de perto essa linda celebração. No dia seguinte, estávamos bem próximos ao local onde o Papa iria sair do veículo fechado para subir no papamóvel Não consigo palavras para descrever o momento em que o Papa chega, pois é possível perceber de longe que ele está vindo, a multidão começa a gritar e festejar, e essa onda vêm acompanhando o carro durante todo o percurso. Pelo resto do dia, todos ficaram andando pelas ruas e comemorando a chegada do Santo Padre, todos alegres, com Jesus transbordando em seus corações.” – Vinícius Darcie (28)

 

A próxima JMJ irá acontecer em Lisboa (Portugal), em 2022. Vamos juntos?!

 

 “Não tenhais medo de dizer a Jesus que vós também quereis fazer parte da sua história de amor no mundo” – Papa Francisco na Vigília com os jovens, 26 de janeiro de 2019.

Please reload

Notícias em Destaque
Please reload

Arquivo
Please reload

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa