Acontece na Paróquia  

  • Sandra Zanettini e Maristela Festucci - PASCOM

Missa de Quarta-Feira de Cinzas marca início da Quaresma e da Campanha da Fraternidade


Na última quarta-feira, 06 de março, foi celebrada a missa da Quarta-Feira de Cinzas que marca o início da Quaresma, um tempo de penitência e de oração mais intensa para que possamos refletir, meditar e nos preparar para a Páscoa do Senhor. Nesta Santa Missa, recebemos a imposição das cinzas, momento no qual as cinzas bentas são colocadas sobre as nossas cabeças e nos fazem lembrar que vamos morrer, que somos pó e ao pó da terra voltaremos.

O início desta Santa Missa foi marcado pela entrada das cinzas e do cartaz da Campanha da Fraternidade junto a procissão de entrada. Nosso pároco, padre Tiago, deu boas-vindas a todos os presentes e nos lembra que neste dia iniciamos o nosso tempo forte de conversão, de penitência, de oração em busca da conversão do nosso coração, de forma a colocarmo-nos diante do Senhor permitindo que Ele possa converter o que deve ser convertido nos nossos pensamentos, nossos sentimentos e nas nossas atitudes.

A Liturgia da palavra nos fala que o processo de conversão se dá à medida que “rasgamos” o coração em atitudes internas de mudança, e não apenas naquilo que é externo e visível aos olhos. O ensinamento de Jesus vai ao profundo de nossa consciência, a qual somente o Pai tem acesso.

Em sua homília padre Tiago nos faz refletir que “assim como a igreja hoje bem ornamentada, nossa casa e nosso coração também devem se preparar para este itinerário que vai nos levar a Semana Santa para celebrarmos a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. E ao praticarmos o que a Quaresma nos pede, nós queremos ressuscitar com Deus para uma vida nova”.

No encerramento desta Santa Missa, todos os fiéis receberam a imposição das cinzas sobre suas cabeças em sinal de penitência dando o seu Amém quando perguntados: “Convertei vos e credes no Evangelho?”.

SOBRE A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2019

Com o início da Quaresma, tem-se também o início da Campanha da Fraternidade, que é coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cujo objetivo é despertar a solidariedade dos fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução. Para este ano de 2019, o tema escolhido foi “Fraternidade e Políticas Publicas”.

O período da Campanha da Fraternidade de 2019, que iniciamos nessa Quarta-Feira de Cinzas, nos convida à participação ativa nas políticas públicas de nosso país, com o objetivo de defendermos os interesses de nossos irmãos mais necessitados. O lema desse ano é um trecho do primeiro livro de Isaías, no qual o profeta reage fortemente contra a enorme injustiça social de sua época, e através dele, Deus nos ensina a prestarmos mais atenção ao verdadeiro sentido da prosperidade: "Estou farto dos vossos sacrifícios. Não quero mais gordura de carneiros. Não quero ver mais o sangue dos vossos holocaustos. Quem é que vos pede sacrifícios quando vocês não se sentem abatidos pelos vossos pecados? O incenso que me trazem é como um cheiro mau que me sobe até ao nariz. As vossas celebrações sagradas quando das luas novas, assim como os sábados, e os vossos dias especiais de jejum, tudo isso para mim é uma fraude! Não quero mais saber dessas coisas. Repudio tudo isso. Estou cansado de ter que as suportar. Daqui em diante quando orarem de mãos estendidas para o céu, não olharei nem escutarei nada. Ainda mesmo que multipliquem as orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos são as de assassinos; estão manchadas com o sangue de vítimas inocentes. Oh! Lavem-se! Limpem-se! Que eu não vos veja mais a praticar toda essa maldade. Acabem com a vossa má conduta. Aprendam a prática do bem; aprendam a ser justos, a ajudar os oprimidos, os órfãos e as viúvas." (Is 1:11-17) Assim, o que Deus nos pede em primeiro lugar é que busquemos a verdadeira justiça social, cobrando do poder público propostas que defendam os fracos e libertem os oprimidos. Devemos colocar nosso coração cheio de Deus em obras além da caridade, que resgatem nossos irmãos para uma sociedade socialmente igualitária.

Portanto, inspirados na CF, devemos discutir em comunidade as nossas dúvidas e opiniões, e mostrar também exemplos de participação política para nos inspirar, pois reunidos no amor de Deus, somos mais fortes.

Que Maria, a mãe da Igreja, nos ajude a viver os exercícios quaresmais e a refletir sobre a Campanha da Fraternidade para que, ao final dessa Quaresma, possamos celebrar a ressurreição!

27 visualizações
Notícias em Destaque
Arquivo

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa