Acontece na Paróquia  

  • Por Fernando Murakami – PASCOM Santa Teresinha

Celebração Penitencial: momento de reflexão sobre nossas vidas


No dia 13 de abril de 2022, na Quarta-Feira Santa, celebramos, na Paróquia Santa Teresinha, a Celebração Penitencial. Este momento contou com a participação da comunidade, tanto transmitida pelas redes sociais da Paróquia quanto de forma presencial, seguindo todos os protocolos de saúde.


Durante a celebração, a igreja permaneceu com as luzes de cor roxa no altar, representando todo o arrependimento sobre os nossos pecados, refletindo também todas as causas pelas quais sofremos, em nosso dia a dia, em nossas vidas. Tudo isto, em um clima de reflexão e preparação para a Santa Páscoa, nesta esperança de ressuscitarmos em uma vida nova com Jesus.


Abordando o tema deste ano da Campanha da Fraternidade – "Fraternidade e Educação" – e seu lema bíblico – "Fala com sabedoria, ensina com amor"[Pr 31,26] –, na homilia, o Padre João refletiu sobre um dos momentos de ensinamento de Jesus no Evangelho de João [Jo 8, 1-11], que falava sobre a igualdade entre homem e mulher. O Evangelho traz o momento em que os fariseus, junto com os doutores da lei, trouxeram uma mulher prestes a ser apedrejada por eles por conta de adultério que ela tinha cometido. E foram pedir a opinião a Jesus, que estava sentado, com o povo ao seu lado. Porém, Jesus começou a desenhar no chão e, em seguida, perguntou a eles: “Quem de vocês não tiver algum pecado, que atire a primeira pedra”. E eles foram se afastando do lugar, um a um, representando que todos eles se assumiam pecadores. Depois de alguns momentos, permanecendo apenas Jesus e aquela mulher, Jesus perguntou: “onde estão as pessoas que estavam te acusando? Ninguém te condenou?”. E ela respondeu: “ninguém, Senhor.” Então Jesus disse: “Eu também não a condeno. Pode ir e nunca mais peque”. Isto mostra a grande lição de Jesus, de sempre saber ouvir tanto os homens e as mulheres e tratá-los de forma igual. Sempre dar voz a cada pessoa, nunca as deixando de lado, apresentando o verdadeiro significado de igualdade.


Pe. João também refletiu sobre as lacunas na educação e sociedade, que afetam o comportamento da população, no Brasil, nos dias de hoje. Além das péssimas condições, os alunos, no sistema de ensino, sofrem com a falta de aulas e de comprometimento do governo, o que pode ser visto na questão da saúde durante a pandemia. Fora do ambiente escolar, mas ainda sobre educação e comportamento social, temos os altos índices de violência com as mulheres, as diferenças de raças e gêneros, ataques a desconhecidos nas redes sociais, golpes referentes a dados bancários e às informações pessoais, além da presença de notícias falsas – as chamadas fake news – levando as pessoas a caírem em armadilhas, dentre tantos outros casos que acontecem atualmente.


Que neste ano, inspirados pelo tema da Campanha da Fraternidade, possamos transformar o mundo em um lugar melhor e aprimorar a forma de tratar as pessoas, praticando a igualdade e nunca desrespeitando os demais. Busquemos sempre apoiar as pessoas nos momentos em que mais precisarem. Que possamos seguir sempre no caminho de Deus, na união com os irmãos. E que a educação nunca nos falte pois, ao final, ela é uma importante ferramenta para que a sociedade se torne um lugar muito melhor para se viver.

Confira todas as fotos desta celebração aqui.

29 visualizações
Notícias em Destaque
Arquivo