Acontece na Paróquia  

  • Por Lucieni Rodrigues - PASCOM Santa Teresinha

No terço do encontro, meditamos as sete dores de Maria e o sermão das sete palavras de Jesus na cruz


Na terça-feira santa, 12 de abril, nossa comunidade de Santa Teresinha teve a oportunidade de contemplar as sete dores de Maria através do terço, diante das imagens de Nosso Senhor dos Passos e da Virgem Dolorosa. O terço do encontro nos recorda o sofrimento daquele momento da caminhada da Mãe de Jesus ao acompanhar seu filho amado, enquanto rumava até o Calvário. Apesar de tudo, Maria se manteve firme na oração e na confiança da vontade de Deus.


Oh! Quanto sofreu a mãe de nosso Salvador, ao vê-lo, diante de seus passos em direção ao calvário todo surrado e escarnecido. Quão grande foi sua dor ao ter seu coração transpassado por uma espada de sofrimentos (Lc 2,34-35); pelas lembranças de sua fuga para o Egito ao ter seu pequenino recém-nascido perseguido pelos poderosos (Mt 2,13-21); ao relembrar a travessura do pequeno que aos 12 anos não segue com a caravana, para permanecer pregando no templo (Lc 2,41-51); a dor a ter seus olhos de encontro com os olhos de seu filho chagado e coroado de espinhos (Lc 23,27-31); inimaginável a sua dor aos pés da cruz ao ver seu filho morrer (Jo 19,25-27); quanto sofrestes mãe querida ao descer seu filho da cruz e aconchegá-Lo em seus braços como quando ainda era seu pequeno (Mt 27,55-61), então, por fim, depositastes teu filho no sepulcro, deixando ali, junto Dele, também seu coração (Lc 23,55-56).



Após finalizarmos o terço com uma Salve Rainha, também meditamos o sermão das sete palavras de Jesus na cruz, palavras estas que Ele nos deixou como testamento vivo gravado em nossos corações.

  1. “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem!” (Lc 23, 34a)

  2. “Hoje estarás comigo no paraíso." (Lc 23,43)

  3. “Mulher, eis aí o teu filho. Filho, eis aí a tua mãe!” (Jo 19,26-27)

  4. “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?!” (Mc 15,34)

  5. “Tenho sede!” (Jo 19,28b)

  6. “Tudo está consumado!” (Jo 19,30a)

  7. “Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito!” (Lc 23,46b)

As sete dores de Maria e as sete palavras de Jesus na cruz são descritas pela Sagrada Escritura nos Evangelhos e nos ajudaram a preparar o nosso coração para o que iríamos celebrar durante a Semana Santa.


Bendita sejais, Senhora das Dores, ouvi nossos rogos, Mãe dos Pecadores!

28 visualizações
Notícias em Destaque
Arquivo