Acontece na Paróquia  

  • Fernando Murakami – PASCOM Santa Teresinha

São Luís Martin, pai de nossa padroeira, é tema do 1° dia do Tríduo


Na terça-feira, dia 28 de agosto de 2021, dando continuidade às festividades da nossa Padroeira, Santa Teresinha do Menino Jesus, tivemos o início do Tríduo de Santa Teresinha. A missa foi celebrada pelo Padre Cláudio Santos, da Paróquia São João Batista da região Utinga, e transmitida pelo Facebook da Paróquia.


Na homilia, o padre Cláudio relembrou os momentos de vida e dedicação do pai de Santa Teresinha a sua família. São Luís Martin era casado com Santa Zélia Martin. Luís trabalhava como relojoeiro e joalheiro e Zélia, como empresária em uma oficina de bordado. Os dois tinham uma grande relação de amor e carinho por suas filhas (Paulina, Maria, Leônia, Celina e Teresa). Porém, na vida de Zélia acabaram ocorrendo diversas complicações, e Luís acabou fechando sua loja para dedicar e apoiar muito mais a sua esposa, assumindo diversos cuidados sobre as suas filhas.


Mais tarde, Zélia Martin acabou falecendo quando Santa Teresinha ainda era muito nova, com seus oito anos de idade. Por isso, Luís recebeu uma grande missão de Deus: educar e ensinar as suas filhas para o caminho da salvação. E apesar das dificuldades, ele sabia que precisava assumir essa grande decisão de um “pai materno” com ótima responsabilidade.


Suas filhas diziam: "O coração afetuoso de nosso pai foi enriquecido com um amor verdadeiramente maternal por nós". Muitas vezes ele acompanhava as filhas no caminho de ida e de volta para a escola, escutando pacientemente os relatos de como tinham sido os seus dias. Todas as noites, ele as reunia depois do jantar, confeccionava brinquedos, cantava, contava histórias, recitava poemas e fazia brincadeiras com elas, antes das orações em família. "Com minhas filhas eu sou um Bom-Papai", dizia Luís.


E assim, Santa Teresinha acabou tendo a convivência e todo o seu o período de vida com o amor de suas irmãs e de seu pai, e nunca deixou de seguir buscando o caminho de Deus nem fugiu da vida cristã. Seu pai nunca deixou de a apoiar em seu maior sonho desde pequena, de entrar para o Carmelo e se tornar santa. E com seus 15 anos de idade, Santa Teresinha entrou no Carmelo se juntando a suas três irmãs.


A história de São Luís nos recorda da passagem do Evangelho (Lc 9,51-62) que retrata sobre Tiago e João, quando Jesus estava indo a Jerusalém, e os discípulos não foram acolhidos na região do povo samaritano. Com essa situação, Tiago e João ficaram totalmente irritados e João perguntou se queria mandar fogo para destruí-los, mas Jesus os mostra que devem seguir em frente e buscar outro caminho, sem aceitarmos a violência e maldade em suas e nossas vidas.


Acompanhe outros momentos dessa festa nas nossas redes sociais, e CLIQUE AQUI para relembrar todos os momentos desse 1° dia do Tríduo!





20 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo
Notícias em Destaque
Arquivo