Apostolado da Oração 

 

 

 

 

 

 

 

 

"O Apostolado da Oração é um precioso tesouro do coração do Papa e do Coração de Cristo" (São João Paulo II)

 

"O Apostolado da Oração constitui a união dos fiéis que, por meio do oferecimento cotidiano de si mesmos, juntam-se ao Sacrifício Eucarístico, no qual se exerce continuamente a obra de nossa redenção e, desta forma, pela união vital com Cristo, da qual depende a fecundidade apostólica, colaboram na salvação do mundo" (definição no livro dos estatutos do Apostolado da Oração)

 

Apostolado da Oração teve origem num colégio de padres jesuítas, na França, no dia 03 de dezembro de 1844, Festa de São Francisco Xavier, e espalhou-se pelo mundo. As ideias que constituem o fundamento foram propostas pelo Padre Gautrelet. O Apostolado teve aprovação do Bispo em 1846 e, em 1849, alcançou a aprovação e as primeiras indulgências do Papa Pio IX, sendo estendido a toda Igreja.

 

O movimento tem uma devoção especial ao Sagrado Coração de Jesus, e todos os seus membros rezam diariamente pelas intenções do Santo Padre. As intenções de oração do Papa, anunciadas mensalmente para serem rezadas com o Oferecimento Diário, surgiram em 1880, com o Papa Leão XIII, que criou a Intenção Geral. A Intenção Missionária foi acrescentada somente em 1929, pelo Papa Pio XI.

 

No 100º aniversário do movimento, em 1944, o Papa Pio XII deu graças a Deus pelo Apostolado da Oração, chamando-o de "um dos meios mais eficazes para a salvação das almas, uma vez que se trata de oração, e a oração em comum". Ele elogiou a organização para o seu objetivo: "rezar assiduamente para as necessidades da Igreja e tentar satisfazê-las por meio do oferecimento cotidiano". 

 

O APOSTOLADO DA ORAÇÃO NO BRASIL

 

O primeiro núcleo do Apostolado de Oração no Brasil foi fundado pelo Padre Bento Schembi, no dia 30 de junho de 1867, em Recife (PE), na Igreja de Santa Cruz, ficando restrito à localidade, não contribuindo para a difusão do movimento no país.

 

O Pe. Bartolomeu Taddei fundou em Itu (SP) um núcleo do Apostolado de Oração, em 1º de outubro de 1871, fundando outros centros em nível diocesano e nacional. Por este motivo, é considerado o fundador e propagador do movimento no Brasil. Ele foi o responsável pela fundação do Santuário Central do Coração de Jesus, em Itu, e foi nomeado como primeiro Diretor Nacional por ter levado o Apostolado a todos os estados.

 

ESPIRITUALIZAÇÃO

 

Os membros do Apostolado da Oração, seguindo um programa rigoroso e profundo de vida espiritual, estão capacitados para cooperar ativamente na espiritualidade da paróquia, promovendo Horas Santas (incentivo a visitas ao Santíssimo Sacramento), participação ativa na missa, consagração das famílias ao Sagrado Coração de Jesus, entronização da imagem ou quadro do Sagrado Coração de Jesus nos lares, novenas, terços em família, Vias-Sacras e todas as iniciativas que ajudem a Comunidade a orar.

 

O membro do Apostolado da Oração deverá, em seu ambiente, promover os valores cristãos pelo testemunho de vida e pela palavra. É estimulado a praticar as chamadas obras de misericórdia, caminhando muitas vezes em parceria com os Vicentinos, Pastoral dos Pobres, Pastoral da Saúde, Pastoral dos Enfermos, Pastoral da Pessoa Idosa, Pastoral Carcerária e Pastoral da Esperança.

 

COMPROMISSOS DOS MEMBROS

 

Oração diária com oferecimento do dia

 

O Oferecimento Diário é uma oração feita diariamente, preferencialmente pela manhã, por meio da qual os membros oferecem a Deus suas orações, trabalhos, sofrimentos e alegrias, pedindo as bênçãos para cada momento vivenciado no dia. 

 

A principal celebração do mês é a Missa da Primeira Sexta-Feira, em devoção ao Sagrado Coração de Jesus, na qual os membros praticam a devoção da Comunhão Reparadora, pela qual pedem perdão a Deus pelos pecados cometidos pela humanidade.

 

Devoções especiais

 

Os membros praticam e difundem especialmente as devoções ao Espírito Santo, ao Sagrado Coração de Jesus a Maria, aos Santos Padroeiros (São Francisco Xavier e Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face) e aos chamados Santos Promotores do culto ao Sagrado Coração de Jesus, com destaque para Santa Margarida Maria Alacoque e a São Cláudio de La Colombiére.

 

Apostolado da Oração reza, a cada mês, pelas intenções que o Papa escolhe e propõe. Os membros são encorajados e seguirem as orientações pastorais do Papa, do Bispo e dos Sacerdotes, devendo-lhes respeito e colaboração.

 

SIGNIFICADO DA FITA

 

A fita é um símbolo que significa a pertença ao Apostolado da Oração. O dever de seus membros é a oração e o trabalho com caridade, humildade e a mansidão.

 

A fita estreita - Quem recebe são os "Aspirantes", as pessoas que estão iniciando esta devoção ao Sagrado Coração de Jesus. 

A fita larga - É entregue aos que se tornam "Zeladores", pessoas que já fazem parte dessa devoção há algum tempo e têm a função de zelar por ela e difundi-la por meio de suas palavras e atitudes, sendo testemunhas desse grande amor de Jesus por nós, zelando também pelos outros membros do movimento.

 

A HISTÓRIA DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO NA PARÓQUIA SANTA TERESINHA 

 

Você sabia que o Apostolado da Oração existe em nossa paróquia desde 20 de abril de 1941?!

 

O padre Vitautas Kavolis (Pe. Vito), que aqui chegou em 11 junho de 1950, ampliou as atividades paroquiais a partir de 1951 e, assim, construiu um salão em semicírculo para a reunião das diversas irmandades existentes na paróquia, entre elas o Apostolado da Oração, que reunia entre 45 e 50 senhoras.

 

Em 26 de janeiro de 1962, chegaram à paróquia os padres franceses José Mahon e Pedro Jourdanne. Com as reformas ocorridas na igreja, determinadas pelo Concílio Vaticano II, as atividades paroquiais expandiram-se, surgindo vários movimentos e fortificando os que já existiam, como o Apostolado, do qual só participavam mulheres casadas. Com a mudança dos tempos e costumes, hoje também os homens participam, e não há mais a necessidade de os integrantes serem casados.

 

Em 20 de abril de 1991, comemorou-se o cinquentenário da Irmandade do Apostolado da Oração! 

 

Em 02 de Setembro de 2011, o Padre Jorge Wasilewski efetivou as seguintes instituições: 

- Maria Lucineide da Silva: presidente

- Mercedes Antônia B. Luchesi: vice-presidente

- Ângela Valéria Bassaco de Lima: tesoureira

- Maria Lúcia Secchi: secretária

 

No dia 12 de junho de 2016, às 7h30, em missa presidida pelo Padre Tiago Silva, foi comemorado o Jubileu de 75 anos da Irmandade do Apostolado da Oração e missa em louvor ao Sagrado Coração de Jesus. Nesta celebração, houve a instituição de mais uma aspirante, a sra. Clarice Pereira da Silva. A missa foi seguida de um delicioso café da manhã e bolo comemorativo.

 

Na tarde de 28 de agosto de 2016, o Apostolado da Oração participou da Concentração Bienal de Âmbito Diocesano. O evento reuniu aproximadamente dois mil associados de todos os cantos do ABC, sendo sediado na Paróquia Santo Antônio, no bairro andreense de Vila Alpina. Contou com a presença de Dom Nelson Westrupp, então bispo emérito, e a celebração eucarística foi presidida pelo então bispo diocesano, Dom Pedro Carlos Cipollini, e concelebrada pelo padre José Silva (diretor espiritual diocesano do Apostolado da Oração) e pelo frei Geraldo dos Santos (pároco anfitrião). 

 

Em 07 de abril de 2017, o Pe. Tiago Silva alterou a presidência do Apostolado da Oração, instituindo o Sr. José Mário Zanardo.

 

Apostolado da Oração se reúne toda primeira sexta-feira do mês, em um delicioso café da manhã que acontece logo após a missa em louvor ao Sagrado Coração de Jesus. O movimento conta hoje com cerca de 40 pessoas, entre aspirantes e zeladores.

 

Todos os batizados são chamados a cooperar na edificação do Corpo da Igreja e da comunidade de fé. Venha você também fazer da oração e do trabalho diário a sua missão de batizado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paróquia Santa Teresinha

Praça Rui Barbosa, s/n - Santa Terezinha, Santo André/SP

Informações: Tel. (11) 4996-3506 | WhatsApp. (11) 99971-5580 | teresinha.sa@diocesesa.org.br | Redes sociais: @santateresinhasa